segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Sulistas pelo sul

O Movimento O Sul é o Meu País, que luta pela criação de uma nova federação apenas com os três estados sulistas (Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina), realiza uma reunião em Curitiba. Segundo Celso Deucher, presidente da organização, será debatido no encontro, entre outras coisas, meios para comprovar que a maioria da população é a favor da separação.

Deucher garante que uma pesquisa realizada em 2011 pelo Instituto GSul, parceiro do movimento, já mostrou que 43% dos sulistas são a favor da criação do novo país. “Foram entrevistadas pessoas apenas nas três capitais, 1991 eleitores, destes 43,5% aprovam a separação, 35,2% são contra e 21,3% disseram não ter opinião formada. Agora queremos uma pesquisa maior em 2012, abrangendo todas as cidades com mais de 100 mil habitantes”, disse.

Das três capitais, apenas Curitiba apresentou maioria contrária a separação, numa diferença de 1%. “Entrevistamos em agosto 652 pessoas na capital paranaense, destas 35,4% foram a favor, 36,8% contra e 27,8% não tinham opinião formada. Queremos trabalhar em campanhas de rua para mostrar o que quer esse movimento e convencer quem está indenciso”, garantiu o presidente.

“Pretendemos comprovar que na região sul do Brasil existe de fato a intenção de separação. Falavam-nos que não tínhamos provas, queremos mostrar que agora temos. As pesquisas são registradas em cartório e com base nelas vamos planejar o futuro do movimento”, complementou Deucher.
 
Separação do país
O presidente do movimento explica os motivos para querer a separação. “Nós temos hoje uma questão tributária que nos prejudica. Entre os estados que tem superávit estão sempre presentes os da região Sul. Enviamos um alto valor a Brasília e recebemos menos da metade. O restante do dinheiro fica perdido, não vai pra lugar nenhum”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário